Cibersegurança: 4 dicas de como proteger sua empresa de ataques

A Cibersegurança ou Segurança cibernética, como o nome indica, a trata da proteção de redes, programas e sistemas contra os ataques digitais.

Atores mal-intencionados usam esses ataques para acessar, alterar ou destruir informações confidenciais, extorquir dinheiro dos usuários ou interferir nas operações normais de negócios.

Nos últimos anos, organizações de todos os tamanhos e segmentos foram afetadas por violações de dados. Esses incidentes, dentre outras consequências, podem comprometer a credibilidade da marca, além de gerar perdas financeiras, de produtividade e implicações legais. Por isso, as medidas de cibersegurança e proteção de dados são cada vez mais relevantes

De acordo com o último Cost of a Data Breach Report, do Ponemon Institute em parceria com a IBM, o custo médio da violação de dados em 2021. Foi o maior custo em 17 anos, aumentando de US$ 3,86 milhões para US$ 4,24 milhões.

Apenas esse dado é mais que suficiente para fazer com que as empresas, independentemente do seu porte, invistam tempo e recursos em questões relacionadas ao gerenciamento de riscos de informações.

Isso é válido especialmente para as organizações brasileiras. Segundo dados da consultoria alemã Roland Berger, o país é o 5º no mundo com mais registros de ataques de hackers contra empresas.

A seguir, você pode conferir outros aspectos que tornam a cibersegurança e proteção de dados um assunto cada vez mais relevante. Confira!

Qual é a diferença entre cibersegurança e proteção de dados?

Tradicionalmente, as comunidades de cibersegurança e proteção de dados permaneceram separadas.

A segurança é, geralmente, percebida como um problema técnico, enquanto a privacidade e a proteção dos dados são consideradas como um problema relacionado à integridade e ao acesso indevido aos dados.

A melhor coisa que as organizações podem fazer para evitar violações de dados é combinar suas estratégias de cibersegurança e proteção de dados em uma abordagem completa e eficaz.

Vale lembrar que diversos riscos de segurança cibernética comprometem a proteção de seus dados. Uma das razões pelas quais os hackers acessam as redes, sistemas e programas de uma organização é para obter informações sigilosas de usuários ou sequestrar dados críticos.

LEIA TAMBÉM: 7 erros de segurança da informação que podem comprometer a sua empresa

4 Razões para você adotar um plano de cibersegurança e apostar na proteção de dados?

Com os cibercriminosos inovando mais e mais, é cada vez mais difícil e complexo implementar medidas adequadas de segurança cibernética. Por isso, uma abordagem bem-sucedida deve ter várias camadas de proteção, que se espalham por todas as redes, computadores, programas e dados que você pretende proteger.

1.       Ajuda a garantir a continuidade dos negócios

Violações de dados podem envolver informações financeiras, como números de cartão de crédito ou detalhes de contas bancárias de clientes, informações de identificação pessoal, segredos comerciais, propriedade intelectual, dentre outras.

Por isso, esse tipo de incidente é altamente prejudicial para a imagem das organizações, que também podem sofrer perdas financeiras, sanções legais e multas previstas na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Segundo dados da organização sem fins lucrativos, a “U.S National Cyber Security Alliance”, nos Estados Unidos, 60% das pequenas e médias empresas vão à falência em até seis meses após serem atacadas por hackers.

LEIA TAMBÉM: A importância da nuvem híbrida para a continuidade dos negócios

2.       Garante maior disponibilidade de dados e sistemas

Um ciber ataque bem-sucedido, além de muito dinheiro, pode custar horas de improdutividade.

Diversas ameaças, como ransomware e DDoS (ataque de negação de serviços), causam lentidão ou indisponibilidade de sistemas e dados.

Isso pode, por exemplo, tirar o seu e-commerce do ar, impactando suas vendas, dificultar o acesso de clientes a serviços online ou, ainda, causar perda de registros e indisponibilidade de aplicações empresariais, fazendo com que seus colaboradores fiquem ociosos.

Portanto, ter uma abordagem de cibersegurança e proteção de dados é essencial para identificar e impedir ataques e, assim, garantir uma operação fluída.

3.       Evita problemas legais e regulatórios

Em casos que envolvam vazamentos de dados e outros problemas de segurança da informação, sua empresa pode sofrer sanções legais e pesadas multas, de acordo com o estipulado na LGPD e em outros regulamentos aplicáveis.

A LGPD prevê, por exemplo, a proibição parcial ou total do exercício de atividades relacionadas ao tratamento de dados pessoais.

4.       Ajuda a impulsionar os processos de transformação digital

Uma estratégia eficaz de cibersegurança e proteção de dados implica na classificação de dados, mapeamento de processos, revisão de acessos, etc.

Isso permite que você desenvolva uma abordagem de maneira uniforme, o que desempenha um papel significativo para lidar com ameaças e vulnerabilidades emergentes.

Essa melhor visualização de processos e fluxos de trabalho pode servir a diferentes propósitos organizacionais, como as iniciativas de transformação digital. Isso porque, se torna mais fácil identificar gargalos e oportunidades de automação e de melhorias, por exemplo.

Conclusão

À medida que as empresas avançam em suas estratégias de digitalização das operações, a cibersegurança e proteção de dados se torna um aspecto cada vez mais crítico.

De fato, os cibercriminosos estão utilizando ataques e táticas cada vez mais elaboradas e, para lidar com esse cenário, as empresas precisam implementar uma abordagem completa, desenvolvida sob medida para sua operação.

Por isso, a melhor alternativa é contar com o auxílio de profissionais especializados e experientes em desenvolver e implementar abordagens assertivas e modernas.

Para ajudar às empresas nesse desafio, a Netcenter desenvolveu um Assessment de Segurança Cibernética onde você poderá identificar o nível de maturidade na Segurança da Informação da sua empresa. O questionário vai te ajudar a traçar um plano de ação de forma mais assertiva, com menos riscos e mais economia de tempo e dinheiro.

Antes de tomar qualquer decisão, e sair contratando produtos e serviços de proteção, verifique o seu risco cibernético. Acesse nosso Assessment e avalie como melhorar a sua postura de segurança

One Comment on “Cibersegurança: 4 dicas de como proteger sua empresa de ataques”

  1. Pingback: 10 dicas sobre como proteger dados de ataques cibernéticos - Netcenter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *